Anda corrompido
o cheiro,
por aí
alterado.

Anda maltratado o toque
e o beijo
após beijado,
cuspido!

11.10.10

FUI À MISSA

Ontem levei, pela primeira vez, o meu filho à catequese.
Tive de o deixar lá mas prometi que voltava para a hora da missa e assim fiz. Ele saiu da catequese e ficou com a catequista. Não parou um minuto. Vê-se que não está habituado a ir À missa.

A Igreja é muito pequena e eu escolhi um dos poucos bancos vazios.
Mas foi por pouco tempo, porque encheu e acabei encostada à parede.
Aí é que reparo no balaustre (ou lá como é o nome daquilo) mesmo por cima da minha cabeça. Então, de todas as vezes que me levantava ficava assim:

A isto, começaram-se a junta dores no corpo todo: Está a dar-me gripe, pensei!

Ao meu lado, está um senhor, com uns 60 anos, espanhol e com um casaco de cabedal preto e polido. O cheiro do produto utilizado, entrava-me pela boca adentro.

À minha frente, estava uma imagem de nossa senhora de fátima. Aquela imagem estava a parecer-me estranha. Algo ali não funcionava bem. Parecia estrábica! E estava sempre a olhar-me.

A dada altura, lembrei-me do que eu mais detestava nas missas: Saudemo-nos na paz de Cristo! em que o pessoal beija-se e dá apertos de mão. Comecei logo a ficar nervosa. Acho intimista demais este contacto todo.
Mas antes disso, o padre surpreende-me dizendo para rezarmos o pai nosso de mãos dadas. Eu não acredito nisso. Lá dei a mão ao senhor espanhol que, tinha uma mão super macia. Provavelmente da graxa que deu no casaco de cabedal.

Seguiu-se a comunhão, mas eu não fui.
Estava com receio que a óstia tivesse em mim o mesmo efeito que a prata tem nos vampiros.

No final, o padre diz que vai para a porta para cumprimentar todos fiéis que saírem.
E lá fui eu dar um aperto de mão ao padre.



4 comentários:

CS disse...

Nem te chegues perto de mim...

tomaz disse...

lá está uma cena que NÃO somos parecidas: Missa, NOT!

e tive que levar com este ritual desde sempre, que mamãe é muito das catolicisses (é assim que se escreve?) e obrigava-me a ir à missa todos os domingos.

Assim que mudei de voz, arranjei logo maneira de me esquivar.

MAs sim, aquela cena das beijocas sempre me fez confusão...yac, baba...

SP1 disse...

o desenho é cinco estrelas... o padreco então... maravilhoso... amei.

Maria disse...

iniciei este ritual hoje também

na parte do beijo, só dei nas filhas e no marido, fiquei na dúvida se podia beijá-lo na boca mas ele foi logo de beijo na boca de maneiras que deve saber o que está a fazer

a parte que eu gosto menos ainda é de sentir as pessoas a olhar-me de cima até abaixo e depois ao contrário

sim, não somos pessoas de nos dar com os vizinhos e isso notou-se tanto ali

sentia qualquer coisa do género: olhameeesssaaaaa.....