Anda corrompido
o cheiro,
por aí
alterado.

Anda maltratado o toque
e o beijo
após beijado,
cuspido!

8.11.10

work

Não consigo tirar o chapéu a quem trabalha no seu horário laboral e fora deste, esticando-o todos os dias e concluindo o dia de trabalho praticamente ao deitar.
Não consigo aplaudí-los.
Há profissões que não terminam com o "picar do ponto de saída", mas dispender demasiado tempo à volta de pendentes, é tempo mal gerido.

Abdicam do seu tempo pessoal que poderia ser para relaxar, praticar desporto, conversar, namorar... abdicam de tanto de bom que a vida tem para estarem a trabalhar.

Trabalho todos temos. A gestão do tempo é que é feita de forma diferente.

E o giro é que ambas as partes, (quem gere o tempo limitando-o ao horário e quem o perpetua noite fora) critica a outra banda. Uns consideram que os outros não sabem viver, que não se cuidam, que não olham por si, que deixam a vida passar ao lado. Os outros acham que os uns evitam o trabalho e são preguiçosos.
Por mim, podem trabalhar para a medalha! Fiquem com ela.
Faço parte dos uns.

3 comentários:

SP1 disse...

eh pá...

como é que eu digo isto sem que me chamem de preguiço...


eu em relação ao trabalho... quantos menos, melhor.


there!
I said it.

tomaz disse...

dá-le!

tomaz disse...

piri, disseste "preguiço"?

tss
tss