Anda corrompido
o cheiro,
por aí
alterado.

Anda maltratado o toque
e o beijo
após beijado,
cuspido!

22.3.10

docs


Gosto de ver documentários, mas sou altamente influenciada pela voz do narrador.
Existem uns que têm a voz demasiadamente aguda para me cativar.
Confesso que prefiro uma voz um pouco mais grave, radiofónica quase.
Há um ou dois narradores, (um deles sabia o nome, mas agora não me ocorre) que podem estar a narrar um documentário sobre as fezes das vacas transmontanas, que eu veria com o mesmo interesse que vejo um sobre egiptologia.

2 comentários:

SP1 disse...

sei do que falas, mas não sei de quem falas.

recordo-me de haver, há alguns anos, uma voz masculina que me deliciava em documentários, que passavam na rtp2... mas nunca mais ouvi o gajo. se calhar morreu atropelado por um bisonte.

LP1 disse...

tou inteiramente de acordo contigo, só que o efeito em mim reproduz-se numa grande soneira