Anda corrompido
o cheiro,
por aí
alterado.

Anda maltratado o toque
e o beijo
após beijado,
cuspido!

28.3.10

tem uns trocos?


A caminhar em Ponta Delgada, nesta tarde até que agradável, face à chuvada que caíu ontem, deparo-me com um mendigo, na casa dos 30's, que me pede algum dinheiro para comer.
Saquei da carteira e dei-lhe uma moeda de 2 euros.
Pode ser mentira, pode ser para comprar tabaco ou alcoól ou drogas. Pode ser. Mas dei porque sim. Porque sempre me comovi ao ver mendigos. Porque me assustam as voltas da vida. Porque me impressiona a necessidade que se tem, para se sujeitarem à humilhação de pedir a estranhos.
No entanto, fi-lo quase à sucapa... olhei para os lados, não queria ser vista.
Porquê? Porque hoje em dia, com a vida cada vez mais complicada, menos disponibilidade financeira, tenho notado que é pior visto quem ajuda do que quem pede. Quem dá um pouco do seu, é visto como um tolo, um parvo... e sujeita-se a um sermão que tão grande de quem não daria nem um céntimo.
Há realmente muito malandro por aí. Há quem se queira aproveitar da generosidade dos outros, mesmo que de umas simples moedas.
O que me importa aqui, tolice ou não, é a minha consciência.
E cada qual deverá reger-se consoante a sua.
Não critico quem nada dá. Compreendo.
Mas não me venham criticar por fazê-lo.

4 comentários:

SP1 disse...

Concordo inteiramente contigo em todos os aspectos focados no teu post.

Inclusive, adianto que sempre me irritaram estas modas ditadas por um bando de gente que decide o que deve passar (ou não) a ser correcto.

É connosco que dorme a nossa consciência, e é a ela que devemos nos enroscar.

Mais nada.






















(tens aí dois ou três euros que em arranjes, já agora?)

Neni disse...

Concordo a 100% com a tua opinião. Eu também dou quase sempre, a não ser que não tenha mesmo. Eu a estas pessoas que me criticam respondo sempre o mesmo: até pode swer para droga, mas e se não for? Eu prefiro arriscar e ir para a cama de consciência tranquila. Cada um lida com a sua consciência como quer...é assim que lido com a minha.

CS disse...

Criticar-te por dar?? Nunca. Vou apenas pedir-te também ;)

LP1 disse...

tu é que és a menina doce de mel...
contudo não é costume eu dar esmolas a mendigos com idades inferiores aos 40... montes.